Almoço Natalício 2010

“Tasca da Amália” - Trás-do-Outeiro – Óbidos
19 de Dezembro de 2010



Ementa: Cabidela de galinha caseira(arroz) + bebida + sobremesa+ café
Ou Bacalhau assado na brasa com batata esmurrrada



Organização – GRUPO DE CAMINHEIROS DOS PIMPÕES
e Casa da Cultura José Bento da Silva (S. Martinho do Porto)

115 º Passeio Pedestre Novembro 2010

À volta do Casal das Freiras
28 de Novembro de 2010



>> Fotos da caminhada no facebook 


SANTA CATARINA
A povoação foi uma das 14 vilas dos Coutos de Alcobaça, até à extinção da Ordem de Cister, em 1834.
Recebeu carta de foral do Abade de Alcobaça em 1307, confirmado pelo foral do rei D. Manuel, em 1518.
Teve forca e pelourinho, sinais de justiça própria.
O concelho incluía as terras que se estendem ao longo dos dois vales dos afluentes do Rio de Alfeizerão: Santa Catarina num e Carvalhal Benfeito noutro.
Com a reforma administrativa de meados do século XIX, o concelho foi extinto e foram constituídas as duas freguesias que passaram a integrar o concelho das Caldas da Rainha.
Santa Catarina possui elementos arquitectónicos que atestam a sua história:
- A igreja matriz, com grande torre barroca, que nos remete para os tempos áureos do século XVIII e capela interior manuelina, reveladora de outra época de riquezas: o século XVI.
- O pelourinho, que permanece erecto no largo lateral da igreja, talvez não muito longe da casa da câmara, já desaparecida;
- A casa senhorial, do século XVII, reveladora da importância da riqueza produzida nesta terras;
- As ruínas do castro no Cabeço do Castelo, que atestam o interesse que desde tempos pré-históricos as comunidades humanas manifestaram por esta pródiga região.


CASAL DAS FREIRAS
Situada nas colinas da vertente nascente do vale que, começando a norte de Santa Catarina, se estende para sul, até se encontrar com os outros 2 vales paralelos (o de Carvalhal Benfeito a nascente e o de Vimeiro a poente) e cujos ribeiros se juntam, formando o rio de Alfeizerão, que corre então para oeste, em direcção ao vale tifónico e à baía de S. Martinho do Porto, a pequena povoação estende-se pelo topo das colinas e beneficia das belíssimas paisagens que os vales profundos e frescos pintam de variados tons de verde.
São pouco mais de duas ruas que seguem o serpentear e o sobe e desce das cumeeiras e onde se arrumam as casas discretas e acolhedoras.
Diz-se que aqui viveram duas freiras refugiadas de uma qualquer guerra luso-castelhana e por aqui ficaram, beneficiando do sossego e do retiro do lugar.
Fosse por isso, ou porque apenas foram proprietárias de algumas casas e terrenos, o que é certo é que, mesmo involuntariamente, determinaram a denominação do lugar.
E esta denominação acrescenta uma mística que assenta muito bem nestes lugares calmos e distantes do bulício, onde se reconhecem os sons e o silêncio da natureza e onde apetece ficar a ver e a ouvir o nada e o tudo que os diferentes momentos do dia proporcionam.

ENCOSTA DAS FREIRAS
Escolheu a sua denominação da toponímia e da sua localização geográfica: no Casal das Freiras, na encosta da vertente sul da colina.
É uma antiga quinta que foi recuperada e adaptada a local de eventos: A casa principal com seis quartos; a vacaria transformada em salão e acrescentada com cozinha; a piscina construída a seguir; a churrasqueira e o forno junto ao poço, e todo o espaço coberto por um grande telheiro e com vidros a aconchegar o lugar que nos espera na grande mesa; ainda o terreiro calcetado e o alpendre com arcadas ao fundo.
Tudo virado a nascente, para o vale que vai descendo em socalcos verdes até ao ribeiro ao fundo e volta a subir pela outra encosta arborizada.
Descendo as escadas para o patamar relvado a seguir, acede-se por cancelas de madeira ao patamar seguinte onde borbulha o repuxo no pequeno lago povoado de rãs e nenúfares, emoldurado por papiros do Egipto e bambus num cenário verde de relva. O cenário aquático repete-se noutro patamar, mas desta vez em ambiente de lajes espalhadas pelo verde fresco de musgo. E, pelas cancelas de madeira, desce-se para o patamar com as velhas laranjeiras, em ambiente de horta.
Depois de uma belíssima refeição em ambiente de festa, que melhor do que a paz na natureza da Encosta das Freiras?




Organização: GRUPO DE CAMINHEIROS DOS PIMPÕES e
CASA da CULTURA José Bento da Silva (S. Martinho do Porto)
Colaboração do Srº José Henriques da Quinta da Encosta das Freiras

114ªº Passeio Pedestre Outubro 2010

Turquel ALCOBAÇA DOMINGO, 31/OUT/2010



PERCURSO A PARTIR DO LARGO DO PELOURINHO, PELA IGREJA MATRIZ E PELA CAPELA DE STO. ANTÓNIO, SEGUINDO PELA AZINHAGA DA JOANA E PELA QUINTA DA GRANJA, ATÉ AO POÇO DAS VINHAS, VOLTANDO DEPOIS PELO CAMPO DE TIRO, PELA VELA E PELO OLIVALINHO, DE REGRESSO, PELO MERCADO, AO LARGO DO PELOURINHO.



COLABORAÇÃO DA ADEPART – ASSOC. P/ DEFESA PATRIM. TURQUEL

113º Passeio Pedestre Setembro 2010

De Trás do Outeiro rumo à Capela de S.Antão
26 de Setembro de 2010







PERCURSO: circular, com início na Associação Recreativa local. Saíremos da aldeia no sentido de Óbidos, passando pela Quinta de S. Miguel (remodelação para habitação do antigo convento Capucho de S.Miguel) e caminharemos em direcção ao Penedo das Gralhas. Aqui paramos para visitar a Capela de S. Antão e nos deleitarmos com a bela vista sobre as traseiras do castelo de Óbidos e a Várzea da Rainha. Desceremos pela escadaria em direcção à Várzea da Rainha e perto da estaçãoc.f. inflectiremos para poente, acompanhando lado a lado, o rio Arnóia até perto da aldeia do Carregal onde viraremos para Nordeste para gradualmente subirmos até retornarmos à aldeia de Trás do Outeiro.
A máxima altitude que atingiremos serão 75 metros no Penedo das Gralhas - ainda que o declive seja apreciável - e em cerca de 1 km caminharemos abaixo do nível do mar.

Ver mais fotos na nossa pagina Facebook  >>

112ª Caminhada - Passeio Nocturno ao Luar Agosto 2010

“ Passeio Nocturno ao Luar ”
Bom Sucesso 21 de Agosto de 2010




PERCURSO

Circular, à volta da Lagoa, percorrendo o ca-
minho pedonal ao longo da praia do “Bom
Sucesso”, passando na “Aldeia da Lapinha”
e fazendo viragem na ponte que atravessa a
“Poça das Ferrarias”.



Organização – GRUPO DE CAMINHEIROS DOS PIMPÕES
Participação da Casa da Cultura José Bento da Silva

111º Passeio Pedestre Julho 2010

Do Nadouro por trilhos que levam à Lagoa
25 de Julho de 2010





Mais fotos na nossa página facebook >>

PERCURSO: circular, com início na Associação Recreativa local passando nos Lavadouros públicos , Poço da Roda, inflectindo para os pinhais da Quinta do Negrelho, Quinta da Barrosa, passando em Unidade Cerâmica antiga, descendo à Lagoa passando pelo antigo cais de embarque e finalmente retomando a direcção da povoação passando pela Cova da Raposa associada à lenda da Cova da Moura.




Organização – GRUPO DE CAMINHEIROS DOS PIMPÕES e Casa da Cultura de S.M.Porto

Colaboração da Associação Recreativa local

110º Passeio pedestre Junho 2010

Praias da Légua e Falca NAZARÉ
DOMINGO, 27/JUN/2010



PERCURSO A PARTIR DO PARQUE DE ESTACIONAMENTO DA LÉGUA, DESCENDO À PRAIA E SUBINDO PELO VALE DO RIBEIRO DA FALCA, PELA QUINTA DA FALCA, DESCENDO NOVAMENTE À PRAIA, SEGUINDO PARA SUL E SUBINDO ÀS DUNAS ATÉ AO PARQUE EÓLICO, VOLTANTO PELA PISTA PEDESTRE ATÉ À LÉGUA.



Organização: CASA DA CULTURA JOSÉ BENTO DA SILVA S.Martinho do Porto

109º (passeio extra) À volta da Aldeia da Pia do Urso -“Rota dos Moinhos”

À volta da Aldeia da Pia do Urso -“Rota dos Moinhos”

6 de Junho de 2010





(Para ampliar clicar no slide)

Percurso

Será circular, seguindo o trilho demarcado “Rota dos Moinhos”. Trata-se duma caminhada de Serra e neste particular, no Planalto da Serra de S.Mamede, que geologicamente pertence ao maciço calcário estremenho. A beleza natural está garantida, não nos faltarão as agradáveis fragrâncias do rosmaninho e do alecrim e uma vegetação autóctone dominada pelo género Quercus com a sua divesidade de espécies (carvalhos, sobreiro, azinheira, carrasco...).

Iremos também deparar com um Algar e com vários moinhos tradicionais de pedra e um de madeira. Oscilaremos entre 370 e 500 metros de altitude Visita – à aldeia típica da Pia do Urso onde foram restauradas as casas antigas em pedra e onde se instalou um Ecoparque adaptado para invisuais recheado de bonitos recantos e equipamentos lúdicos.


Organização – GRUPO DE CAMINHEIROS DOS PIMPÕES

108º Passeio pedestre Maio 2010

À volta da Quinta do Paço 30 de Maio de 2010



 Mais fotos na página facebook
PERCURSO: circular em torno da Quinta de Cister, sempre pela freguesia de Alvorninha. Para além desta, ir-se-á passar pelas povoações do Outeiro, Casal do Souto e Casais da Cumeira da Cruz e perto das Quintas de Valverde e da Cumeira da Cruz para além de acompanhar-mos a albufeira da Barragem local.

Entre algumas elevações e vales está garantida uma bonita paisagem calcorreando essencialmente caminhos rurais e florestais não faltando flores primaveris a colorir a paisagem.




Organização – GRUPO DE CAMINHEIROS DOS PIMPÕES e Casa da Cultura de S.M.Porto

Colaboração do Engº Rego Filipe e sua familia

Caminhar pela saúde e o ambiente

Passeio histórico ambiental pela cidade

Dia 9 de Maio 2010 , ás 9h00 na Farmácia Rosa
Inscrição Farmácia Rosa Caldense ou Santa Catarina

22º Encontro Nacional de Caminheiros e 1º Ibérico na Asseiceira - Tomar



Ver slide ampliado

O 22º Encontro Nacional de Caminheiros (1º Ibérico) decorreu no dia 18 de Abril de 2010 na Linhaceira, freguesia de Asseiceira.(Tomar)
com participação de mais de 300 caminheiros contando com a vinda dos vizinhos Espanhóis.
Os Caminheiros dos Pimpões estiveram representados.

107º Passeio pedestre Abril 2010

As águas do Mosteiro ALCOBAÇA
DOMINGO, 25/Abril/2010




Ainda mais  fotos no Facebook !! >>

No domingo 25 de Abril vamos caminhar em Alcobaça.

Sob o tema "As águas do Mosteiro", faremos uma visita muito parcial ao Mosteiro de Santa Maria e partimos a pé para Chiqueda, para a nascente do rio Alcôa, onde faremos o reconhecimento da Mãe d'água e da levadinha, donde voltaremos para ver o troço final da levada até às ruínas dos antigos equipamentos nas traseiras do mosteiro.

Vem connosco e traz mais alguém.
Cipriano Simão


PERCURSO A PARTIR DA ESCADARIA MONUMENTAL DO MOSTEIRO DE SANTA MARIA DE ALCOBAÇA, PELAS RUAS D. PEDRO V E COSTA VEIGA ATÉ À ESCOLA AGRÍCOLA DE CISTER. ATRAVÉS DOS CAMPOS DA ESCOLA, ATÉ À ESTRADA DO CASAL DA ORTIGA E DAÍ PARA CHIQUEDA DE BAIXO. DEPOIS PARA CHIQUEDA DE CIMA, ATÉ ÀS NASCENTES DO ALCOA. PELA MÃE D’ÁGUA, JUNTO AO CANAL DA ÁGUA DO MOSTEIRO, PELA AZENHA ATÉ VOLTAR À ESTRADA DO CASAL DA ORTIGA. REGRESSO PELOS TERRENOS DA ESCOLA AGRÍCOLA E PELA LEVADINHA, ATÉ AO MOSTEIRO.


105º Passeio Pedestre Março 2010

Conhecer São Gregório 28 de Março de 2010



PERCURSO: circular, entre algum casario, Capela de N. Sª Conceição, floresta, pomares e vinhedos. Alcançaremos o ponto mais alto da freguesia (200 metros) e desceremos à cota do Rio Arnóia. Entre outros lugares passaremos por Raposeira, Terras Compridas, Seixal, Quarto do Urso, Piças.



Organização – GRUPO DE CAMINHEIROS DOS PIMPÕES

Participação da Casa da Cultura José Bento da Silva (S. Martinho do Porto)

104º Passeio Pedestre Fevereiro 2010

PASSEIO PEDESTRE Pelos pinhais de Fanhais FANHAIS - NAZARÉ
Domingo 28/02/2010



PERCURSO A PARTIR DA LIGA DOS AMIGOS DE FANHAIS, PELA PASSAGEM DE NÍVEL ATÉ À ROTUNDA DO BRIGADEIRO MARIANO, TOMANDO A ESTRADA DAS MATAS E, PELO SITIO DA CASA DO FELICIANO, ATRAVÉS DO PINHAL EM DIRECÇÃO À LAGOA DO SALOIO, DEPOIS À LAGOA DO MEIO E À LAGOA DA CLEMENTINA. À VISTA DO VALE NASCEÁGUA, VOLTA-SE PELO POMAR DA MOITA E PELO MONTE MANTEIGA, DE VOLTA Á ESTRADA FLORESTAL. ATRAVESSA-SE A LINHA E TOMA-SE A DIRECÇÃO DA ESCOLA



COLABORAÇÃO DA LIGA DOS AMIGOS DE FANHAIS

103º Passeio Pedestre Janeiro 2010

Avenal – Gaeiras
Avenal – Gaeiras 31 de Janeiro de 2010



Slide Ampliado >>>
Percurso:
Circular, pela freguesias das Gaeiras e de NªSrª do Pópulo, concelhos de Caldas e Óbidos, respectivamente. Início nas Gaeiras, passando pela Casa das Gaeiras, descendo à Fonte dos Corações, continuando pela urbanização respectiva, atravessando a estrada da Califórnia e depois a EN 114 para depois se baixar aos vinhedos da Casa das Gaeiras em direcção ao bairro de S.Cristovão. Vira-se depois a nascente para o limite Sul do bairro do Avenal em direcção à Fábrica antiga de Tijolo, Casal Tranqueirão, sob área florestal, para adiante se virar a Sul em direcção à Paraventa e às Gaeiras.


Organização – GRUPO DE CAMINHEIROS DOS PIMPÕES e Participação da Casa da Cultura José Bento da Silva (S. Martinho do Porto)

Programação das caminhadas 2010

PIMPÕES PEDESTRIANISMO Programação das caminhadas 2010
  • JANEIRO 31
    9 horas na sede dos Pimpões
    À descoberta da Vila das Gaeiras
    Dificuldade fácil

  • FEVEREIRO 28
    9:00 h Sede dos Pimpões
    Pelos pinhais de Fanhais (Nazaré)
    Dificuldade média

  • MARÇO 28
    9:00 h Sede dos Pimpões
    Conhecer S. Gregório (Caldas da Rainha)
    Dificuldade média

  • ABRIL 25
    9:00 h Sede dos Pimpôes
    As águas do Mosteiro(Alcobaça)
    Dificuldade fácil

  • MAIO 15 ( extra)
    9:00h Farmácia Rosa
    Passeio pela Cidade das
    Caldas da Rainha
    Dificuldade fácil

  • MAIO 30
    9:00 h Sede dos Pimpôes
    Quinta “Paço de Cister “(Alvorninha)
    Dificuldade média

  • JUNHO 06 (extra)
    8:00 h Sede dos Pimpões
    Pia do Urso – S. Mamede (Fátima)
    Dificuldade média

  • JUHHO 27
    9:00 h Sede dos Pimpôes
    Praia da Légua (Nazaré)
    Dificuldade média

  • JULHO 8
    9:00h Sede dos Pimpões
    À volta da Lagoa (Nadadouro)
    Dificuldade fácil

  • AGOSTO 21 ( extra)
    20:30h Sede dos Pimpões
    Musaranhos Vau- Óbidos
    Dificuldade fácil

  • SETEMBRO 26
    9:00 h Sede dos Pimpôes
    Santo Antão( Óbidos )
    Dificuldade média

  • OUTOBRO 31
    9:00 h Sede dos Pimpôes
    Quinta Vale de Ventos (Turquel)
    Dificuldade média

  • NOVEMBRO 28
    9:00 h Sede dos Pimpôes
    Casal das Freiras (Santa Catarina)
    Dificuldade média

  • DEZEMBRO 19 (extra)
    9:00 h Sede dos Pimpôes
    Passeio Gastronómico
    Dificuldade fácil

Colaboração - Casa da Cultura José Bento da Silva S.Martinho do Porto